domingo, setembro 06, 2009

Curtas PT @ MOTELx 2009 (parte II)


Ontem, segundo dia de compactos curtas MOTELx. Novamente várias razões positivas de surpresa.

Para início, And From Now on There Should Be No More Wolves, sub-entitulado O Caçador, de Joana Linda, fez-me pensar por momentos que a actual moda vampírica tinha finalmente chegado ao cinema luso. Afinal fiquei na dúvida, já que a curta não tem uma linha narrativa clara. No entanto, é um exercício adequado de estética e angústia melancólica.

No Silêncio, realizado por Pedro Rodrigues, é um daqueles filmes que se nos cola, no qual ficamos a pensar bem depois de abandonar a sala do São Jorge. Longe de uma violência gratuita, coloca-nos perante o dilema da insatisfação que nos pode assaltar perante o realizar de uma vingança, mesmo que merecida. A frustação que esse acto garante, perante a impossibilidade de remediar o mal que nos foi feito, é um dos sentimentos que foram transmitidos com sucesso nesta curta.

Fruto de um trabalho de fim de curso realizado na Universidade dos Açores, Shadows - Viagem ao Inferno, de Miguel Machado, Luís Parreira, Nuno Guedes e Iuri Braga, segue a história de quatro amigos que, em viagem, encostam o carro perto de uma casa abandonada. Certamente um tributo a slasher movies como Halloween, esta curta acaba por denunciar demasiada ingenuidade técnica e narrativa, tendo posto a audiência a rir, acredito que nem sempre pelas razões pretendidas.

Para terminar este segundo compacto, Soy un Hombre Sincero, de Jaime Freitas, foi competente a gerir a tensão fantástica gerada por uma casa amaldiçoada, e muito sangrenta, num bairro histórico de Lisboa.

Hoje há mais, às 15h, no Cinema São Jorge, em Lisboa. Apareçam!

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home