quinta-feira, julho 09, 2009

As Guerreiras da Deusa contra-atacam... em breve!

Quem acompanha com alguma atenção o mercado editorial internacional na área da literatura do Fantástico terá certamente reparado, desde 2004, no crescimento cada vez mais acelerado de um sub-género particular, entretanto denominado romance paranormal.

Independentemente (ou talvez por causa) das suas (múltiplas) raízes, dentro e fora do Fantástico, a verdade é que este tipo de narrativa tem conseguido aglomerar uma grande fatia de público. Tanto seja um público "jovem adulto", seduzido pelo seu conteúdo em romance e aventura, como um público mais adulto, talvez enfadado com o ênfase masculino da maior parte do Fantástico (fama igualmente merecida e imerecida!). Seja como for, a bola de neve já estava a acelerar ladeira abaixo quando a sua massa crítica foi aumentada pelo recente revivalismo mainstream do mito vampiro.

Por esta altura, o romance paranormal tinha já direito a um destaque especial, colonizando mesmo alguns autores que até aí se tinham identificado com o "rótulo" fantasia urbana.

Aumentando a exposição de uma temática, certo é que se aumenta a probabilidade de influenciar e fazer surgir novos autores dentro do género. Mais ainda num país, como Portugal, que é influenciado tão avassaladoramente pelas traduções de livros de origem anglo-saxónica. Assim, não é de estranhar o aparecimento de mais um autor nacional que se parece encaixar neste conceito.


Fábio Ventura tem 22 anos, é de Portimão, e vai estrear-se em breve com o livro Orbias - As Guerreiras da Deusa (edição Oficina do Livro).

Descrito pela editora como "uma fantasia moderna repleta de aventura, sensualidade e humor", Orbias segue o trajecto da jovem Noemi, confrontada com a revelação da sua própria natureza sobrenatural, pelo nosso mundo e pelo mundo paralelo que dá nome ao livro. Conveniente mistura de conceitos de fantasia e de ficção científica (que parece agradar particularmente aos autores nacionais, como, por exemplo, os casos anteriores de Inês Botelho e Frederico Duarte). Será também neste mundo paralelo que Noemi irá enfrentar, para além dos seus novos poderes e responsabilidades, os desafios colocados por Sebastien, um sedutor orbiano.
Aparentemente escrito na primeira pessoa, será certamente interessante ver como o autor se conseguiu colocar na pele da personagem principal. Não teremos de esperar muito, o lançamento está previsto para Setembro.

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home